quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

"João-de-pau","Rufous-fronted Thornbird"(Phacellodomus rufifrons)

Famoso por construir ninhos enormes de gravetos, o João-de-pau ou joão-graveteiro, entre outros nomes populares, é um ave da ordem dos passeriformes, da família furnariidae.
Ave de pequeno porte, com uma linha clara superciliar e uma linha escura fina no final dos olhos, a testa marrom contrastando com o marrom mais escuro da cabeça. O peito é levemente claro, as costas e a cauda mais escuras. Quando excitada, a ave balança a sua cauda comprida lateralmente.
O casal possui um canto duetado, onde um começa e logo o outro acompanha.
Vivem em casais ou em pequenos grupos familiares, se alimentando de insetos em meio aos galhos e folhas arbóreas, ou até mesmo no solo.
Constrói ninhos com gravetos relativamente grandes para o tamanho do pássaro. O casal trabalha em parceria na construção, que será utilizada durante todo o ano pelos dois e pela ninhada mesmo após voarem , como local de abrigo. Ao término do primeiro ninho, o casal continua colocando material e construindo outros, em sequencia. Com isso, o galho de apoio começa a pender e a ficar coberto de material, destacando-se na paisagem. Em casos extremos, o ninho chega a 2 metros de comprimento. A câmara incubatória é forrada por grossa camada de penas, paina, etc., de formato esférico. O ninho geralmente localiza-se em árvores isoladas, na extremidade de galhos flexíveis, que acabam por vergar com o excesso de peso. Sua construção pode ocorrer com a participação de todo o grupo e não apenas do casal. Põe 3 ovos.

João-de-pau
NINHO (parte superior completa e a inferior em construção).

O ninho pode ser utilizado por outras aves, aranhas, marimbondos, répteis e pequenos mamíferos.

João-de-pau Habita campos com arbustos e árvores esparsas, árvores ao redor de construções em fazendas, bordas de capões de mata cercados de pastagens e outros ambientes semi-abertos.
Presente do Maranhão a São Paulo, abrangendo a maior parte da Bahia;
No Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e noroeste do Paraná. Encontrado localmente também na Venezuela, Colômbia, Peru, Equador, Bolívia, Paraguai e Argentina.


Fotografados em Dezembro de 2010, Sítio do sr. Zezico, Serra da Canastra - MG.
João-de-pau
Áudio: Helberth C. Peixoto