sexta-feira, 27 de novembro de 2009

"João-Porca","Capitão-da-porcaria", "João-do-riacho", "Presidente-da-porcaria", "Tiriri", "Sharp-tailed Streamcreeper"(Lochmias nematura)

Antes de falar um pouco sobre esse pássaro, quero poder passar um sentimento que tenho desse local.
Quando conheci esse riacho, não sabia nem o nome, depois de um tempo descobri que se chamava "riacho ferradura", pois existe uma antiga ponte de tijolos formando um belo arco. Esse riacho possui a água mais límpida e flamejante que eu já vi. Além desse tesouro, possui um equilíbrio de pedras e a areia fina, tão fina que parece escapar pelas mãos. A vegetação intocada, onde alguns pássaros, roedores, caranguejos, lontras, cobras e outras criaturas sutilmente aparecem para presentear nossos olhares. Infelizmente, uma grande empresa percebeu o poder desse riacho e começou extrair areia dele, infelizmente.

Na minha quarta ida ao riacho, pensei apenas em explorar o local, estava um dia chuvoso e difícil de fotografar. Eu e meu irmão "Carlinhos" resolvemos caminhar para ver onde o riacho nos levava. Caminhamos por mais de 8 quilômetros por água e nem conseguimos sair da mata densa. resolvemos então voltar, pois o dia estava quase sem sol e já estava escurecendo, foi maravilhoso.

Consegui fotografar apenas um pássaro e a foto ficou ruím, valeu o dia, mas voltarei para tentar outras!

O João-porca!



joão-porca O João-porca é um passeriforme que mede aproximadamente 15 cm, vive geralmente nas vegetações pantanosas, no chão ou nas proximidades, em florestas úmidas, montanhosas e capoeiras, mas sempre na vegetação densa. Alimenta-se de insetos, minhocas e outros vermes, revirando as folhas mortas com o bico, no meio da lama, até mesmo em chiqueiros próximos aos riachos, por isso recebeu alguns nomes populares como "Capitão-da-porcaria".

joão-porca Podendo ser raro e localmente comum, vive solítário sempre à beira de riachos e igarapés.
Faz ninho à sombra de barrancos, cavando longas galerias, o ninho esférico construído com raízes e outros pedaços de plantas. Põe 2 ovos brancos.

Fotografado em Novembro de 2009, Corumbataí/Analândia.

A qualidade do vídeo foi comprometida devido ao recurso de conversão do blog.

video

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

"Frango-d'água-comum", "Galinha-d'água", "Jaçanã-galo", "Common Moorhen" (Gallinula chloropus)

Frango-d'água-comum A foto acima é do casal com filhotes. Estavam nadando juntos no pacífico lago, comendo invertebrados, pequenos vertebrados e miolos de pães que os moradores locais jogam para os ganços. São muito comuns em quase todo o Brasil, exceto na Amazônia e menos comum no Pantanal, apesar do favorecimento biológico local. Essa espécie povoa quase todo o planeta.
Frango-d'água-comum Aparentemente tem um voo meio desengonçado, correndo pela vegetação aquática e batendo as asas, mas é uma excelente voadora. A foto acima mostra a ave em voo com um pedaço de pão no bico. No período reprodutivo, constróem o ninho na vegetação aquática e botam de 4 à 5 ovos. Muitas vezes são duas fêmeas para um macho ou vice-versa. O casal cuida dos filhotes e ficam mais agressivos nesse período. Em outras épocas são sociáveis. Muitas vezes as fêmeas botam ovos em outros ninhos de galinholas deixando todo o trabalho para os pais adotivos.

Frango-d'água-comum
Frango-d'água-comum Fotografados em Outubro de 2009, Águas de São Pedro.




video

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

A PRIMAVERA, O AMOR...

beija-flor A mamãe beija-flor aquece os ovinhos...

ninhoAo lado, o ninho de sanhaço-do-mamoeiro com dois belos ovos.

periquitos-de-encontro-amarelo O casal de periquitos-de encontro-amarelo se acariciam...

tuinsOs tuins procuram um buraco no galho podre.

saí-andorinha O macho da saí-andorinha aguarda a chegada da fêmea...

saí-andorinha A Fêmea recolhe fios da crina do cavalo para confeccionar o seu ninho...

saí-andorinha O macho da lavadeira-mascarada, fica todo imponente ao lado da sua adorável amada no ninho.

lavadeiras-mascaradas A Primavera chegou e os passarinhos começaram a fazer os ninhos, as mudanças nos comportamentos acontecem como mágica, algumas espécies mudam de cores, os rituais de acasalamento nos ensina o verdadeiro amor e o respeito que devemos ter, pois é tudo puro e perfeito. Eu sinto no meu coração o desejo de sentir o que eles sentem nesses momentos mágicos e muitas vezes consigo. Aprendo constantemente com a natureza, com os pássaros, bichos e plantas, essa troca é o que mantém vivo.
Sem os nossos dedos, tudo continua simples e bonito como sempre foi.

Fotografados no início da Primavera de 2009, no sítio Araquá-mirim, no Farol 2 e no cachoeirinha.






sexta-feira, 6 de novembro de 2009

AS GARÇAS E OS SOCÓS VOLTARAM...

socóFilhotinho de Socó-dorminhoco, me olhando assustado...
ninhoNinho de garça-vaqueira com 3 ovos azuis...
garçaFilhotes de garças-vaqueiras com medo...
socósSocó-dorminhoco(Savacu) adulto curioso...
socósEle avisa a companheira... -OLHE!!! UM HUMANO CHEGANDO!!!
garçasEntão todos saem em revoada...
garças
garças,
garçasMas algumas voltaram...
garças
garçaE outras não...

A Primavera é isso, então temos que ser cuidadosos, temos que ser rápidos, pois é a época da procriação e não podemos assustá-los, apenas observá-los com amor.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

"NOVAS CAPTURAS"


Depois de muito tempo tentando conseguir uma foto boa desse pássaro, a mãe natureza resolveu me dar esse presente em dose dupla. O casal de arapaçus-do-cerrado!!! Eles fizeram um ninho no quintal da casa da minha querida irmã e meu cunhado irmão. Foi incrível, mútua hipnose!!! Ficamos por alguns minutos parados, olhando um para o outro, sem medo, pois estávamos ligados no amor naquele momento. O pai, todo feliz pelos filhotes e a mãe toda cuidadosa. O ninho era fundo e estava impossível ver os filhotes, acredito que eram dois ou três. Já davam aquela risadinha característica dos arapaçus.
Arapaçu-do-cerradoMACHO FELIZ!
Arapaçu-do-cerradoArapaçu-do-cerradoArapaçu-do-cerrado
Arapaçu-do-cerradoMÃE CUIDADOSA
Arapaçu-do-cerradoA lagartixa não teve muita sorte, porém os filhotes fizeram um banquete!
O casal dividiu a tarefa de levar alimentos para os filhotes o dia inteiro, levaram besouros, lagartixa, vermes, borboletas... LINDOS!!!! VIVA A MÃE NATUREZA!!!

Fotografados em Outubro de 2009, Águas de São Pedro.