quinta-feira, 22 de outubro de 2009

"Canário-da-mata", "Pula-pula-amarelo", "Flavescent Warbler" (Basileuterus flaveolus)

canario-do-mato
Apesar do seu tamanho, o "Canário-do-mato" tem um canto bem volumoso e agudo. É comum estar caminhando pela mata ciliar, matas secas e cerradões e ouvir esse canto, porém o canário é pequeno e se camufla muito bem entre as folhagens dificultando a visão do observador. Eu consegui fazer apenas uma foto e não ficou muito boa porque ele não parava em nenhum instante. Utilizei uma gravação de canto para atraí-lo, foi muito rápido, logo ele estava pertinho de mim cantado e abrindo a cauda. Ficou bem nervoso com o som que eu emitia. Ficava pulando de galho em galho, daí surgiu o outro nome, o "Pula-pula-amarelo".
Eles costumam ficar nas partes baixas dos arbustos, nas galhadas comendo insetos e larvas. Também seguem as formigas de correição para capturar invertebrados fugindo delas.
Presente em boa parte do Brasil, mas no Estado de São Paulo é mais frequente. Canta o ano todo, com mais intensidade no período reprodutivo entre Julho e Dezembro.

Fotografado em Outubro de 2009, Sítio Farol 2, Rio Claro/Ipeúna.