terça-feira, 20 de janeiro de 2009

"Garcinha", "Garça-branca-pequena", "Snowy Egret"(Egretta thula)

garcinhaEm uma de minhas caminhadas sem rumo atrás de surpresas naturais, encontrei essa garcinha em um sítio que entrei na Assistência - Rio Claro. Ela estava solitária descansando nesse toco, onde logo ao lado, havia um pequeno alagado, acredito que ela estava comendo alguns insetos e vermes no local. Ficou lá por alguns instantes e logo voou. Nesse local havia um pasto e alguns gados, pensei então que poderia ser uma garça-vaqueira, mas vi que as características dela eram outras, pois o bico não era amarelado e as pernas eram escuras. Acredito ser uma garcinha jovem, pois ainda não está com as pernas totamente escuras. Ao contrário das outras garças pescadoras, não costuma ficar parada esperando a presa. Possui diversas técnicas de pescaria ativa, sendo uma das mais interessantes quando usa os pés coloridos para atrair os peixes nas margens das praias. Movimenta um dos pés sob as águas, como iscas para os pequenos peixes de que se alimenta. Também costuma realizar rápidas corridas dentro d’água e paralelas às margens, espantando os peixes e conseguindo apanhá-los em rápido movimentos de bico. Outra técnica utilizada é a de acompanhar capivaras ou cabeças-secas em áreas inundadas, caminhando ao lado e apanhando peixes e insetos espantados pelo movimento dos animais maiores.
Maio de 2008.