sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

"Cafezinho", "Ferrão", "Jaçanã", "Piaçoca", "Wattled Jacana"(Jacana jacana)

Jaçanã e filhote
Jaçanã e filhote
Jacana jacana

Jaçanã
Jaçanã
jaçanãs
Muito comum nas lagoas e alagados com bordas vegetadas aqui da região e de praticamente todas as regiões país, o jacanã ou ferrão como aqui é chamado devido ao esporão contido nas asas, vive aos pares ou em bandos quando não estão no período reprodutivo. A fêmea é maior do que o macho. Em alguns locais vários machos acompanham a fêmea e são incumbidos de chocar e cuidar dos filhotes, fazem isso expulsando a fêmea dos ninhos construídos em capinzais em meio a vegetação aquática flutuante. Aproximadamente 28 dias depois de chocados, nascem geralmente 4 filhotes que logo já estão caminhando sobre as vegetações em busca de alimentos. Alimentam-se de insetos, vermes, caramujos e pequenos peixes encontrados em meio a vegetação. Os filhotes possuem uma coloração diferenciada dos pais, até parecendo de outra espécie, com a barriga branca, as costas pardas e a cabeça escura com uma faixa lateral branca, os pés grandes com dedos finos facilitam o caminhar sobre as vegetações sem nenhum esforço. Quando ameaçados os machos fogem caminhando com os filhotes sob as asas pelas vegetações aquáticas. Embora sociáveis, as fêmeas são mais agressivas e emitem um canto parecido com risadas, abrindo as asas e mostrando os esporões para intimidar outras jaçanãs invasoras, geralmente ocorrendo lutas corporais.

A última foto foi tirada no Horto Florestal de Rio Claro, agora Floresta Estadual Navarro de Andrade em Agosto de 2008 e as demais em Águas de São Pedro em Outubro de 2009.